quinta-feira, 8 de março de 2012

Carta do arrependimento (perdão)

Não sei porquê, mas tive uma vontade repentina de ficar só... O que deu em mim?!
Talvez queira me afastar para ver se sentem falta...

Porque, solidão, por que não me deixa em paz? Já não basta todo o sofrimento e tortura que já me causou? E pensar que eu achava que você tinha desistido de me atormentar.

Não é legal pensar assim, mas às vezes a morte parece melhor do que ficar só...

Mas calma! É claro que isso não significa que eu queira morrer! Eu não vou querer perder minha vida mais cedo só por me sentir solitária.

O meu medo é cair em depressão...

Mas acima de tudo, ainda existe uma parte da minha vida que tem felicidade e uma parte de mim que tem esperanças de se recuperar dos meus traumas e merece ser feliz!

E lá vem aquela situação dos amigos de novo:

Eu os tinha ao meu redor... Não os valorizava e me sentia sufocada por eles.
Então perdi tudo para aprender uma lição...
Mas parece que ainda não me recuperei do desafio imposto por Deus para que eu tomasse jeito, já que não dava valor ao que tinha...

Por que uma parte de mim teve que se tornar tão cruel?
Se não tivesse me dominado, não estaria pagando por isso até hoje.

Agora tenho certeza, só se dá realmente valor às coisas quando as perde.

------------------------------------------------------------------------------------------------

Perdão a todos!

Perdão, se os magoei, se os machuquei fisica ou psicologicamente! Se os fiz sentir mal! Se os fiz sentir ódio, mágoa, rancor ou tenha despertado em vocês qualquer outro sentimento ruim em relação a mim... Se os irritei, se os tratei mal, se os ignorei...

Eu imploro! Se eu tivesse a chance de voltar no tempo, concertaria todos os erros que cometi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget